Curso Básico de Enfrentamento da Epidemia da Aids em Mulheres e na população LGBT

O curso surge a partir da necessidade de ampliar o cuidado às pessoas vivendo com HIV/Aids e de desenvolver práticas de saúde transformadoras, reflexivas, propositivas e articuladas com a sociedade, para o enfrentamento do cenário da Aids no Estado do Ceará. Visa, portanto, contribuir para o fortalecimento das ações de vigilância e enfrentamento da epidemia de HIV/Aids, por meio da melhoria do atendimento da população lésbica, gays, bissexuais e transexuais (LGBT) e da sensibilização dos profissionais de saúde para o enfrentamento da epidemia da Aids em mulheres em situações de vulnerabilidade.

  • Capacidade para multiplicar o conhecimento desenvolvido sobre as Estratégias de Enfrentamento da Epidemia de HIV/Aids entre Gays, HSH, Travestis, Bissexuais e Transexuais e as Ações de Enfrentamento da Aids em mulheres no Ceará.
    • Discutir as Estratégias de Enfrentamento da Epidemia de HIV/AIDS entre Gays, HSH, Travestis, Bissexuais e Transsexuais sobre as Ações de Enfrentamento da Aids em mulheres no Ceará;
    • Elaborar estratégias que viabilizem o Enfrentamento da Epidemia de HIV/AIDS entre Gays, HSH e Travestis, Bissexuais e Transexuais no Enfrentamento da Aids em mulheres no Ceará;
    • Definir responsabilidades junto aos profissionais de saúde na elaboração e implementação das estratégias;

Unidade 1. ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DA AIDS (8 horas)

  • Aids na linha do tempo (anos 1980, 1990, 2000 e 2018)
  • Estratégias de enfrentamento da epidemia da Aids no ceará
  • Estratégias de enfrentamento da epidemia da Aids entre gays, HSH, travestis e transexuais

Unidade 2. GÊNERO E SEXUALIDADE (16 horas)

  • Trabalhando com mulheres e Aids
  • Identidade de gênero
  • Relações de gênero com enfoque na homossexualidade
  • Violência, homofobia e transfobia

Unidade 3. PREVENÇÃO POSITIVA ÀS ISTS (12 horas)

  • Preservativo feminino
  • Prevenção e tratamento das ISTs
  • Prevenção positiva às ISTs/Aids
  • Estratégias de campanhas para públicos específicos

Unidade 4. TRABALHANDO COM POPULAÇÃO LGBT (4 horas)

  • Ética e moral

Simulação de intervenção

PÚBLICO

Destina-se aos profissionais de saúde que atuam no Sistema Único de Saúde do Estado do Ceará, profissionais da Assistência Social e da Educação.

Z

MATRÍCULA

A definição das vagas é feita de acordo com o painel de indicadores da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica. As fichas de inscrição são enviadas aos municípios, que selecionam os profissionais conforme o perfil e interesse.

PERÍODO

26 a 30 de agosto de 2019

VAGAS

30 vagas

CARGA HORÁRIA

40 horas

COORDENAÇÃO

Luana Alcantara Fialho

INFORMAÇÕES

(85)33101-1400 / Luana.fialho@espce.gov.br